Notícias

31 de Agosto de 2015

Medicamentos genéricos são confiáveis?

Pesquisa realizada pela Pro Teste revelou que alguns médicos ainda têm dúvidas em relação aos medicamentos genéricos. Mesmo assim, a maioria os prescreve com frequência. A primeira pesquisa sobre o assunto em 2011 ouviu médicos e pacientes sobre o uso de medicamentos genéricos. O estudo revelou, na época, que a população confiava nesse tipo de produto, já a classe médica demonstrou um pouco de receio. 

A maioria dos médicos respondentes (58%) receita o medicamento genérico com frequência enquanto apenas 4% nunca o prescrevem. De modo geral, os médicos participantes são favoráveis ao uso desse tipo de medicamento. Para 56% deles, os genéricos são tão eficazes quanto seus equivalentes de marca. E 64% não acreditam que eles possuem mais efeitos colaterais do que os de referência. Mesmo assim, 59% dos entrevistados preferem receitar um medicamento de marca a um genérico. Nos últimos 12 meses, apenas 6% dos respondentes não receitaram medicamentos genéricos contra a maioria esmagadora de 93% que prescreveram. 

Antibióticos (80%), antidepressivos (40%), anti-hipertensivos (35%), antidiabéticos (29%) e ansiolíticos (28%) são as classes de medicamentos para as quais os médicos respondentes mais evitam prescrever genéricos. E, para 51% dos entrevistados, o grau de enfermidade do paciente também vai influenciar na decisão de prescrever genéricos. 

Fonte: Pro Teste

voltar